segunda-feira, 21 de março de 2016

It: Amy

Olá, voltamos a programação normal do blog e hoje estou aqui com a sessão It. A indicação de hoje é um filme (também classificam como documentário) que entrou recentemente pra lista da Netflix e tem sido muito falada, fácil saber que estamos falando de Amy Winehouse, um ícone mundial da música.

O filme mostra a pessoa por trás daquelas fotos de paparazzi que a mídia divulgava onde na maioria das vezes a cantora aparecia em estados péssimos e com o tempo ia ficando cada vez pior. O filme foi dirigido por Asif Kapadia (diretor de outro doc sobre Ayrton Senna, que foi um grande sucesso) que recebeu apoio da família de Amy que cedeu a ele muitas imagens, informações, depoimentos...

Acho que posso me dizer fã de Amy, quando eu era mais nova lembra de algumas vezes ouvi-la afinal minha mãe gostava bastante. A empatia por ela sempre foi muito forte e qualquer notícia sobre ela na mídia me interessava muito. Gosto muito de suas músicas e ela está sempre presente nas minhas playlists preferidas. Para mim, o filme vai muito além de falar sobre a vida da cantora e o que envolveu seus 27 anos de vida que foram interrompidos. Ele me tocou muito em um assunto que eu penso sempre: pré julgamentos, pré conceitos. A maioria das pessoas deve ligar Amy a uma pessoa inconsequente, que acabou com sua própria vida, sem controle e muitos outros julgamentos que pelo menos pra mim o documentário desconstrói grande parte. Amy foi vítima de si mesma, de suas vontades ou só do que sua insegurança que a levavam a fazer. Ela era uma pessoa naturalmente rebelde mas sua rebeldia extrema foi a corroendo fisicamente e mentalmente.

No documentário também fica claro o quanto ela não recebeu a ajuda que deveria, muito pelo contrário, ela era colocada pra fazer shows sem condições nenhuma, muitas vezes sob efeito de muito álcool e drogas, dos quais ela não conseguia fugir. Quando o filme chega neste ponto me trouxe um sentimento de muita tristeza, ela não recebeu o apoio que deveria e a ajuda profissional no nível que ela necessitava e a pior parte de tudo é o fim, a consequência da falta daquilo que ela precisava, pessoas que a ajudassem a sair do fundo, onde ela estava.
Isto é basicamente minha opinião e fica aqui minha indicação para vocês, vale muito a pena assistir e tirar sua próprias conclusões e talvez lições da história dessa mulher incrível.

Espero que tenham curtido a dica e que assistiam. Lembrando que está disponivel no netflix, fora de lá eu não encontrei. Até mais!

0 It Girl Comentaram !: