quarta-feira, 12 de outubro de 2016

mon amour, le café est prêt.

Imagem de folk, indie, and style

Sei que você atrasou e o deixou aqui. Eu entendo que isto tem acontecido a alguns dias, e entendo também que a gente possa tentar de novo amanhã. Talvez eu espere um pouco, para o caso de você achar que precisa dele. Ainda está aqui, quente, na mesa.
E eu ainda estou aqui, parada, olhando as xícaras e pensando nas vezes que as duas se esvaziaram quase ao mesmo tempo. Hoje sobra uma cheia.
Sempre me encheu os olhos e o coração aquele quentinho e o conforto que me surgia sempre que você sentava ali com o seu. Esperava por aquele momento em cada hora do meu dia e não esperava menos do que um sorriso teu. Sentia ali, o poder de te fazer a pessoa mais feliz do mundo, mesmo acreditando que não precise de ninguém pra isso, pois de ser e transmitir você entende bem e quase sem querer.
Mas eu estava ali, para qualquer momento em que ela resolvesse não estar e eu pudesse te trazer um pouco. Retribuir todas as vezes que você esperou os meus atrasos e sentou na mesa para esperar ficar pronto ou me ouviu agitada depois de três xícaras. Dessas vezes você sempre ria.

Me disseram para compreender caso você achasse que não queria mais viver tudo aquilo. Me aconselharam se caso o café continuasse esfriando consecutivamente, e eu esperasse, mesmo sabendo que não viria. 
Eu passei mais uma vez, passei e repassei.
Nunca gostei de conselhos.

0 It Girl Comentaram !: