quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Resenha do livro: A culpa é das estrelas

    a culpa é das estrelas de john green
Olá meninas, como vocês estão ? Bom, eu comprei um livro “ A culpa é das estrelas “ que, era muito (literalmente) muito falado, e eu estava querendo muito ler, quando comprei nem consegui ler direito. Pela escola e tal, eu não consegui termina-lo (eu estava na página 47 e comprei o livro a 2 meses) Agora nas férias já consegui terminar, e vim falar um pouquinho dele e do que eu achei para vocês!
O livro em si, já expressa um pouquinho, vamos dizer de tristeza ou coisa parecida (sem contar que o John Green é um dos meus escritores favoritos) muitos podem não achar, não digo que seja o melhor livro do mundo, mas também não é o pior. O Green escreve de uma forma que te faz imaginar exatamente como seria aquela cena,  se expressa num teatro, ou cinema. 
Pra falar a verdade, não é exatamente o que eu imaginava, era um pouco melhor, eu não tinha lido, ou pesquisado sobre o livro. Apenas via fotos, e algumas pessoas comentando, mas nada tão extraordinário, que era o que eu realmente achava antes de lê-lo.
  
Então, li, e me espantei, na verdade não por ser um livro ruim, ou coisa assim , mais sim pelo fato de ser meio que  “bem tocante”, sério durante algumas páginas do livro eu me emocionei muito, e também tive um certo receio, tentado me imaginar com aquela doença, ao ler um livro você pode imaginar tudo do seu jeito, mais eu sentia que o Green queria nos fazer imaginar do jeito dele, achei isso bem diferente de alguns outros livros que li.
Mas falando um pouco do livro:
A personagem principal se chama Hazel, ela tem câncer terminal, ou seja, já se prevê a data de sua morte. Por meio de “um milagre da medicina” o seu tumor tenha diminuído bastante.
Há um tempo ela frequentava um grupo de apoio, e lá conheceu um cara, que na minha imaginação parece realmente lindo. Seu nome era Augustus Waters, o Gus (apelido do Augustus) que tem câncer nos ossos, mas digamos que a situação dele seja um pouco melhor que a Hazel.
E depois de um tempo se tornaram bastante amigos, e Hazel apresentou seu livro preferido para Gus, que ficou inconformado, pois na verdade o livro não tinha um fim (acabava no meio de uma frase) e depois de um tempo, eles decidiram descobrir o que na verdade havia acontecido com o autor.
É mais ou menos isso, não vou contar o final, quero que vocês leem , hahaha ~Anna malvada~ Mas enfim, é mais ou menos isso, e espero que vocês tenham gostado da minha “resenha”  meio mal feita, beijos e até a próxima quinta !
   Imagem inline 1
                                                                             

1 It Girl Comentaram !:

Lívia Darcadia disse...

Eu amei esse livro, e depois de alguns dias que vc ja termina de ler, a historia fica la martelando na sua cabeça né! Muito tocante mesmo, amei seu post!! Bjss

liviadarcadia.blogspot.com.br